segunda-feira, 22 de abril de 2013

Edgar Allan Poe: O Mago do Terror

Brasil, vocês já haviam parado para pensar ou procuraram saber sobre a vida de Edgar Allan Poe?

Com uma narração simples e de leitura fácil e diversas ilustrações de pessoas que rodeavam o autor, Jeanette Rozsas, nos mostra em seu romance biográfico a vida do renomado escritor americano Edgar A. Poe, desde sua infância recheada de tragédia com a morte de sua mãe Elizabeth; a vivência com seus tutores Fances e John Allan; seu amor por Jane Stanard, musa que o inspirara na criação do poema “Para Helena”; o inicio da curta vida acadêmica e boemia; seus problemas com o tutor e a perda de sua amada tutora e mãe adotiva Fances; sua ida a Baltimore e as inúmeras tentativas de ingressar no mercado literário; o problema com a bebida e suas constantes crises depressivas.

Muitas coisas aconteceram nos quarenta anos de vida do poeta, mas se fosse resumir a vida de Edgar, diria que uma vida desgraçada repleta de amor foi o que lhe fora proporcionado com suas diversas tentativas em ingressar e ser reconhecido no mercado literário até conseguir o repleto reconhecimento com o seu brilhante poema “O Corvo”, e Jeanette soube expor esses amores e desgraças de forma dinâmica, sem deixar o leitor cansado.

Após contar a história da fascinante vida de Edgar, Jeanette nos mostra como o poema influenciara muitos escritores de sua época, como o poeta e tradutor Charles Baudelaire, principal divulgador das obras de Poe na Europa. E as gerações futuras como o renomado Sir Arthur Connan Doyle que, inspirado na criação de Poe o detetive Charles Auguste Dupin, criou o seu famosíssimo detetive Sherlock Holmes.

Para finalizar, Jeanette, me surpreendeu ao dar um aperitivo com alguns trechos dos mais famosos contos do poeta como: O gato preto; O coração delator; Ligeia; A carta roubada; entre outros. Além de presentear o leitor com as minhas duas traduções favoritas do poema “O Corvo”. A primeira tradução por Fernando Pessoa e a segunda por Machado de Assis, finalizando com, chave de ouro, o poema em sua versão “original” em inglês.

Sem dúvida, Edgar foi um gênio literário de sua época, mas como sempre só foi ter um reconhecimento forte após a sua morte.

Edgar Allan Poe: O mago do terror é um bom romance biográfico para quem deseja conhecer e entender um pouco a vida e a genialidade de Poe.

Porém, nem tudo é um mar de rosas. Alguns erros de digitação e revisão pecaram na citação de algumas datas e um certo exagero nos diálogos me deu a impressão de um falso drama, o que não me agradou muito, mas, mesmo assim, ainda é um bom livro para conhecer a vida do poeta.


Bom




Citação Favorita:
“ — É esse o problema: agradar a quem? Ao público? À crítica? Ou a si próprio?! A arte não pode se acomodar por medo de rejeição. O artista tem de estar sempre um passo à frente.”    

Edgar Allan Poe

Licença Creative Commons
Resenha Edgar Allan Poe: O Mago do Terror de J. R. Gomes é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Brasil.